Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mulheres de todo o Mundo, atentai :

por mulher, em 31.01.15

10947184_10152929709711136_7835024648282831857_n.j

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pensem nisto, consciências fashion.

por mulher, em 30.01.15

Eu repito isto vezes e vezes sem conta. Não é possível. Eu sei quanto custa uma bobine de fio, um fecho, um elástico, um botão, estou por dentro do preço dos tecidos e pura e simplesmente não é possível. Ou melhor, não é HUMANAMENTE possível. Porque eles estão lá, os super preços, em frente ao nosso nariz. Mas a questão aqui é somente uma :

Para a roupa nos sair tão barata, é porque está a sair muito cara a alguém.

Pensem nisto.

 

 

 

Três jovens bloguers de moda noruegueses passaram das festas privadas em Oslo, para a dura realidade da vida de um trabalhador de uma fábrica têxtil no Cambodja. O desafio foi lançado por uma equipa que pretendia fazer um documentário sobre as condições de vida destes trabalhadores, chamando a atenção direta dos consumidores finais dos produtos que eles fabricam: roupa para grandes cadeias de moda como a H&M ou Mango.

O documentário pretendeu ser uma experiência social com o objetivo de mostrar os bastidores do fabuloso mundo da moda que, em muitos casos, é sustentado por histórias trágicas vividas em fábricas de países do terceiro mundo. Os produtores pretendem fazer todos aqueles que vêem o documentário pensar duas vezes antes de comprar uma peça de roupa nas cadeias de fast-fashion, que oferecem preços baixos à custa da exploração de milhares de pessoas.

Assim, uma série de cinco episódios mostra a aventura de Frida, Ludvig e Anniken durante um mês. Tal como os trabalhadores da fábrica, os três jovens ganharam 2,66 euros por dia, o que equivale a 115 euros no final do mês. Com esse dinheiro, tal como os trabalhadores, tiveram de sobreviver. Logo aqui, os jovens percebem que a maioria dos trabalhadores não consegue quebrar o ciclo de exploração de que é vítima pois cada cêntimo conta para alimentar a família. Os jovens mostram o seu choque ao perceber que a maioria das pessoas trabalha entre 10 a 12 horas por dia, 7 dias por semana. Anniken, de 17 anos, assumiu que chegava a gastar mais de 500 euros por mês apenas em roupa. A jovem irrompeu em lágrimas quando uma das trabalhadoras lhe contou que a sua mãe morreu de fome, por não ter dinheiro para comprar comida. Outro dos momentos marcantes para aquela que é uma das bloguers de moda mais famosas da Noruega foi quando outra mulher lhe contou que, durante 14 anos, passou os dias na fábrica a coser à máquina a mesma costura de uma camisola. “Mas que vida é esta?”, pergunta a jovem em lágrimas.

Os bloguers tiveram ainda um encontro com um jovem cambodjano ativista social, que organiza manifestações em prol dos direitos dos trabalhadores destas fábricas. Estas iniciativas acabam invariavelmente com agressões violentas por parte da polícia e nenhuma resposta efetiva. Atualmente os ativistas pedem o aumento do salário mínimo para os 160 dólares, ou 142 euros. Ludvig, chocado com esta realidade, acabou por tatuar este número no tornozelo durante o mês de residência em Phnom Penh, capital do Cambodja.

Outro dos momentos fortes do documentário é quando os jovens visitam a casa de uma das trabalhadoras e, chocados, comentam “A nossa casa-de-banho é maior do que toda a casa dela”. Mais tarde, visitam uma loja Mango com a mesma jovem, que diz que nunca comprou nenhuma peça numa loja, pois apenas pode gastar 1,77 euros por ano em roupa, pelo que precisaria do ordenado de um ano inteiro para comprar um casaco que ela própria produz.

No final das gravações, Anniken e Frida tornaram-se ativistas na batalha por um pagamento justo e melhores condições para os trabalhadores cambodjanos. As jovens, nalgumas das últimas imagens do documentário, pedem às marcas que se responsabilizem pelos seus trabalhadores. A H&M responde em comunicado que tem levado a cabo um programa para combater a exploração. A polémica levantada pelo documentário levou à realização de um debate no parlamento norueguês sobre como é que as marcas nacionais conduzem os seus negócios noutros países.

<img src="//thumbs.web.sapo.io?W=150&H=150&crop=center&delay_optim=1&epic=V2%3AjE4wcqRkrtrFmEvWFnPWjkm2TfiES2jG1eHZ5I82ZqjDpIzDg4odCORgNwCqhL2fkzR48aPVrLRq4pJPqKrQGJdBW1BCSUEyqw4rckX0IyGvkvmK0NaCHKBR915FTJOT" alt="" class="" title="Os jovens perceberam que os ordenados baixos dos trabalhadores não lhes permite comprar em lojas e supermercados mas apenas em mercados locais." >

 

 

 http://lifestyle.sapo.pt/moda-e-beleza/noticias-moda-e-beleza/artigos/documentario-mostra-realidade-da-fast-fashion

Autoria e outros dados (tags, etc)

Customização - precisa-se.

por mulher, em 28.01.15

Dizem que 2015 vai ser o ano da Customização. A verdade é que cada vez um número maior de marcas aposta nesse sentido, seja personalizando uns jeans ou imprimindo monogramas em carteiras chiquérrimas. Num mundo marcado pela globalização, onde estamos condenados a encontrar as mesmas marcas e peças por todo o lado, faz muito sentido. Porque é que TODA a gente há-de vestir Zara, ou Mango ou H&M ou Primark, só para falar em termos de preferências deste cantinho à beira-mar plantado, é uma coisa que me ultrapassa. Porque é que tudo o que é blog de moda fala das mesmas marcas, idem, idem... Mas enfim...

A tendência da customização não se cinge apenas à Moda, alcança as mais variadas áreas.. No facebook há dias dei com um trabalho giríssimo feito para uma amiga, assistente dentária e praticante acérrima de Zumba. Achei o máximo, porque, já sabem, aqui a Mulher é uma praticante fervorosa dessa modalidade alegremente contagiante que veio para ficar e vencer. Pedi informações sobre a artesã e voilá, aí está o resultado... Uma bonequinha linda que só ela, feita à medida e imagem da minha professora. Check it out :

 

10866920_938199562859533_475106408_n.jpg

10517640_938350456177777_7593632398565743395_o.jpg

 

 :-)

O nome da artesã é Marisa Santos e a loja online no Facebook é Isart. As possibilidades são imensas, deixo aqui algumas imagens que também achei muito engraçadas :

 

Bokwa Fitness!!!

10891548_341192442753542_4077106646865199208_n.jpg

 E ainda :

10906111_343097192563067_5481466985209306687_n.jpg

 

 

10888638_339090546297065_5614239980866466477_n.jpg

10898121_339090636297056_3216100490906918556_n.jpg

10896886_339090672963719_5346934159339830224_n.jpg

10417822_339090586297061_6885162369691004393_n.jpg

 Quem é que resiste? ;-)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Para 2015... Previsões!

por mulher, em 26.01.15

 Aí vai um prenúncio do que se avizinha, segundo a minha amiga Sandra Henriques... Boas vibes e vamos à luta, que este ano é do Combat ;-)

 

 

Quase um mês depois do início de 2015, ainda vamos muito a tempo de saber o que nos espera para este ano! Afinal, ainda temos 11 meses pela frente e, ao que parece, vale a pena saber o que este ano nos reserva de uma forma geral, já que tudo indica que vai ser um ano muito positivo!


Podemos começar pela própria simbologia numérica do ano: 2+0+1+5=8. Um número que, alterando a sua posição (se o "deitarmos") se transforma no símbolo do infinito. O 8 representa o ano da colheita, ou seja, o ano em que todos colheremos o que andámos a semear. Além disso, todas as decisões tomadas ao longo deste ano serão também muito importantes para o que pretendemos colher no futuro. Por isso, atenção ao que anda a semear pela sua vida. Há que estar atento, para saber se determinada decisão serve mesmo os nossos objectivos.É um ano de vitórias para quem nunca baixou os braços, mas é também um ano de caminhos abertos, favorável à tomada de decisões e a quem quer tomar as rédeas do seu destino. Se é para arriscar, que seja agora! É o ano que antecede o 9 (2016), que vai ser um ano de conclusões e fim de ciclos. Isto não significa que vai ser fácil! Os períodos de transformação são sempre dolorosos. Mas a sua atitude perante os acontecimentos fará toda a diferença!


Astrologicamente falando, será um ano regido por Marte, o planeta da guerra, da acção, da energia! Mais uma vez se revela um ano de cortes necessários (cortar, por exemplo, com uma pessoa que não nos faz bem), de crescimento, de transformação, de luta e de colheita. Visto pela negativa, podemos pensar, à partida, que temos pela frente um ano de conflitos. Mas não tem de ser assim! Se soubermos aproveitar a energia de Marte para agir em vez de "guerrear", esta influência será muito positiva e benéfica. Atenção, no entanto, aos períodos de 22 de janeiro a 11 de Fevereiro, de 19 de Maio a 12 de Junho e de 18 de Setembro a 10 de Outubro. Não se assuste! Durante estes períodos, Mercúrio, o planeta da comunicação, vai estar retrógrado. Apenas precisamos de ter algum cuidado com o que dizemos e com a forma como dizemos, pois são períodos desfavoráveis à comunicação.



Para terminar, guardei a melhor previsão: a da astrologia chinesa! Pois é; vem aí o ano da Cabra! Com início a 19 de Fevereiro, este ano promete trazer-nos paz, harmonia, tranquilidade, equilíbrio e serenidade. É um ano muito favorável aos relacionamentos em geral, que favorece particularmente e de forma benéfica a aproximação ao lar e à família.



O que temos a fazer é aproveitar esta harmonia, acrescida da energia de Marte e tirar o máximo partido da nossa capacidade de adaptação, transformação e aprendizagem, para que consigamos "arregaçar as mangas", lutar pelos nossos sonhos e objectivos, sem medo, sem "pé atrás" e, certamente chegaremos ao final do ano com os nossos celeiros de boas colheitas! E, acima de tudo, felizes! Bom ano de 2015!

 

Sandra Henriques

 
 

Simbolo-do-infinito-azul[1].jpg

 

 
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Primavera 2015 - Mais franjas.

por mulher, em 23.01.15

Etro+Spring+2015+Details+op_h31ddoZ8x.jpg

 Desta feita num estilo muito étnico em Etro.

etro-rtw-ss2015-runway-01.jpg

57e71f0d6450f50126f6ee6f6c980af7.jpg

etro-rtw-ss-2015-backstage-01.jpg

Ah, isto promete, promete... ;-)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não compreendo os homens - Parte XVIII

por mulher, em 22.01.15

Queremos homens sensíveis e atentos? Sim. Queremos mariquinhas? Não. Porquê? Porque para histerismos estamos cá nós. É isto.

imagem4400.jpg

 ( E agora dizem vocês homens, ah e tal, é difícil manter o equilíbrio... Desenrasquem-se. Cá nós temos que assumir novos papéis de chefia e ao mesmo tempo tentar com que não nos cresça o buço. )

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

10849807_872928336072245_6788027982666515484_n[2].

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Life is a cabaret, old chum...

por mulher, em 20.01.15

Ou de como The show must go on.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Primavera 2015 - Franjas !

por mulher, em 19.01.15

Já foi uma tendência em vários criadores no Inverno passado. Nesta Primavera eis que surgem novamente. Aqui em looks arrebatadores na D&G ! ;-)

 

img_386x605$2014_09_22_11_58_14_159895[1].jpg

img_386x605$2014_09_22_11_53_22_159863[1].jpg

img_386x605$2014_09_22_11_57_55_159893[1].jpg

 

img_386x605$2014_09_22_11_58_36_159898[1].jpg

img_386x605$2014_09_22_11_58_58_159901[1].jpg

img_386x605$2014_09_22_11_54_05_159868[1].jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não compreendo os Homens - Parte XVII

por mulher, em 16.01.15

 

 

É possível amar duas pessoas ao mesmo tempo?

Ora bem, deixa cá ver, deixa cá ver....

 

imagem4389.jpg

Há Piores 3 - Geral e Derradé 

 

  

Lá está.

Na humildíssima opinião da Mulher, não. Nem pensar. Nã, nã.

 

Agora se me perguntam dá jeito gostar de duas pessoas ao mesmo tempo? Ui, então não dá... Uma para lavar cuecas / repartir despesas, outra para encontros tórridos e descargas de adrenalina com efeitos de botox espiritual. Maravilha. Sim, porque é cá uma trabalheira manter a pessoa que conhece os nossos hábitos repugnantes pouco atractivos em estado de enamoramento... 24/24, 7 dias por semana, é dose. E as tentações são muitas e pululam por aí.

 

Cair em tentação é mau, tentar camuflar a coisa com pseudo sentimentos de indecisão é do piorio. A  verdade é que somos ou demasiado covardes ou demasiado canalhas para fazer o que quer que seja. As crises existenciais romanescas são mesmo só para encher chouriços. E geralmente dão em... nada.

 

 Conheço alguém cuja cara-metade conseguiu dividir-se por 3 relações, aparentemente estáveis, no norte, centro e sul do país. A ginástica, Deuses, a ginástica! Tivesse essa destreza mental sido aplicada numa só delas e estou em crer que os resultados teriam sido dignos de registos Guinesseanos.

 

Sem uma dose mui considerável de sangramento e pachorra benzam-nos os Deuses  altruísmo e capacidade de engolir sapos esforço e sobretudo muita vontade de dar umas cambalhotas e não só amor, não se pode ter o melhor de dois mundos. Pelo menos ad eternum. Uma chatice.

 

 

imagem4388.jpg

Maitena 

 

 

Eu tenho dois Amores : só se for com microfone à frente e uma frondosa cabeleira de caracóis...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pessoas com bom gosto


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D