Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




...

por mulher, em 04.11.14

 

 

Vamos lá a ver se nos entendemos... O comércio online foi das melhores coisas que apareceu, é um facto. Hoje em dia temos acesso a tudo à distância de um click... Podemos pesquisar, comparar preços, estar por dentro das últimas novidades,  descobrir tudo o que queremos sem sair do quentinho do sofá. Mas isto é como tudo, nada é perfeito. E por muito boas que sejam as fotos, nada substitui o nosso toque, o experimentar ( e tantas e tantas vezes que julgamos que uma peça nos vai ficar bem e ...ah, nem por isso...) ou mesmo o aconselhamento de um profissional que melhor que ninguém sabe valorizar os nossos pontos fortes. É mesmo assim, já sabemos que é difícil ter o melhor de dois mundos.

 

Já não é primeira vez que oiço as queixas que ouvi hoje.  É muito feio mas acontece frequentemente os meus clientes terem que digerir pérolas como " esse preço?? eu vou à net, há um site (chinês, libanês ou qq outra coisa em -ês) que tem igualzinho e compro muito mais barato!"

......

Meus amigos, certamente lembrar-se-ão da velha história da cadeia alimentar : a tal sequência de seres vivos que para sobreviver dependem uns dos outros... E toda a gente sabe que sem as plantinhas, o pessoal estava em maus lençóis, ui se estava... É como a nossa economia. Se não há consumo no comércio tradicional, as lojas fecham.Se não há lojas para atrair o público, a restauração e hotelaria do centro das nossas cidades vão ao ar. Os serviços fecham. Se as lojas fecham, o intermediário que vende para a loja fecha. Se o intermediário fecha, as fábricas fecham.. Se as fábricas fecham, as pessoas são dispensadas...

É que o barato sai caro. A todos nós. Experimentem depois pedir um emprego num sítio qualquer acabado em -ês. Talvez se safem. São capazes é de pagar baratinho...

 

1932289_842419792445429_5886227230940037727_n[1].j

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D