Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




De caixas.

por mulher, em 20.04.15

Caixa alguma, Isa Lisboa

 

 

 

Não caibo nessa caixa. Dou-te um pré-aviso, ainda que sabendo que não me ouves.
Não ouves o que te digo e por isso vais tentar colocar-me lá dentro, vais até ignorar o meu esbracejar defensivo. Acharás que podes mais que a física e que consegues colocar-me lá dentro. Tentarás fechar a tampa, usarás a força se for preciso. Mas a tampa não vai fechar.
E, porque acharás sempre que encontrarás um lugar onde me colocar, irás buscar outras caixas. E o périplo de novo se iniciará. Hei-de sempre resistir e tu hás-de sempre tentar. Talvez sejamos apenas dois teimosos, que insistem em teimar, apesar das evidências.
Mas eu não caibo nessa caixa. Por isso não posso deixar-te. E não caibo em nenhuma. Pelo menos não caibo, certamente, em nenhuma dessas que insistes em fazer-me ajustar.

# Monólogos da Desalinhada #

Instantâneos a preto e branco
http://instantaneospretobranco.blogspot.pt

Foto: Autor não identificado

10346599_758978604218452_8640236770894459595_n.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pessoas com bom gosto


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D