Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




( Eu da minha parte acho que comi pelos próximos 5 anos...)

 

Se há um ano atrás me tivessem dito que eu faria aulas de ginástica de grupo três vezes por semana, eu ter-me-ia rido. À grande.

Já falei aqui das minhas reticências em tomar esse passo. Pus mil e um entraves e se não fosse a insistência de uma amiga e o desespero de ver os dígitos da balança subirem vertiginosamente, talvez nunca o tivesse tomado. Eu não tenho exactamente o perfil desportivo, nunca estive muito para aí virada. Na febre aeróbica dos finais de 80 lá tentei mas era um desastre ( diga-se que não melhorei muito...), elas iam para um lado e eu para o outro ( humm....pois....), enfim. Ainda tentei cardio, musculação mas naqueles anos ainda não estavam na moda os Viva Fit e afins e eu não gostava do ambiente, dos olhares condescendentes que os Schwarzeneggers da altura lançavam. Desisti.

Até novembro do ano passado. E o que vos digo é que foi das melhores decisões que tomei até hoje. Durante anos sofri de enxaquecas a ponto de tomar medicação diária. Uma semana sem crise era uma semana de festa. As ditas passaram e só me aparecem de vez quando para uma visitinha de cortesia. Padecia de dores de costas massacrantes. Consultei um ortopedista que depois de me avaliar deu-me autorização para fazer exercício. Melhoraram em 90%, apesar de não poder exagerar nos pesos.

 

Para além destes benefícios físicos, meus amigos, não há neura que resista a uma aula daquelas, acreditem. Por muito mal que estejam, o corpinho consegue fazer esquecer-vos disso. Entre a tentativa de decorar aquelas malditas coreografias e os palavrões que digo em horas de maior aperto ( costumo dizer que a música está tão alta para abafar os palavrões que os alunos expelem durante o sofrimento  exercício ), não me resta muito tempo para reflectir sobre as amarguras da vidinha. E quando saio de lá a arrastar-me é certamente a última coisa em que penso dado que estou demasiado concentrada em tentar chegar à minha rica caminha.

 

A minha modalidade é o Condicionamento Total, um treino que combina movimentos de step, aeróbica e ginástica localizada. A minha professora ainda mistura Zumba ( que me perdoem os Deuses do Rock and Roll... ). Impossível aborrecer-se com tal variedade, queixa que por vezes oiço a quem pratica exercicío apenas em máquinas. Eu não a trocaria por nada mas cada um terá as suas preferências. O importante é mexermo-nos. Mesmo. O meu clube é este:  https://www.facebook.com/pages/Progresso-Clube/256725855635?fref=ts , o melhor de todos ;-) e a minha instrutora é a Irene Ferreira . Mas nada de desculpas que os ginásios pululam por aí com horários para todos os gostos.

 

E vão ver que ainda vão arranjar amizades para a vida. Eu arranjei. ;-)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D